sábado, 30 de abril de 2011

Poema para Valentina

Recebemos da Ro, uma amiga virtual, um lindo poema e claro que ele tem que estar no "O Doce Mundo de Valentina". Obrigada pelo carinho, Ro.

________________


Para a Mamãe Dani e sua filhinha Valentina:


Olha filha,

eu sei que não foi em mim

que plantaram tuas raízes, eu sei...


Eu não acredito em cegonhas,

mas também não acredito em acasos,

porque eu te quis e te esperei...


Eu acredito é em encontros.

Eu acredito é num fugaz momento,

quando nossos olhos se encontraram,

e você renasceu.


E se não fui o solo onde germinastes,

sou o chão onde crescerás.


E um dia filha, quando partires...

Alçares voo pela tua estrada...

Talvez então tu tenhas certeza,

desse lugar onde, nas tempestades,

tu poderás sempre pousar,

abastecer e tornar a voar.

Um comentário:

  1. Olá, gostaria de saber de quem é a autoria do poema. Obrigada. :)

    ResponderExcluir