segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Primeiro dia de aula

Hoje vim falar do PRIMEIRO DIA DE AULA DA VALENTINA. Eu já tinha comentado aqui no blog do meu desejo que Valen fosse pra escola, até visitamos algumas, no semestre passado (falei do assunto aqui e aqui). Mas agora chegou a hora. Depois de muito pesquisar, escolhemos um colégio perto da nossa empresa e da casa da vovó, tanto pra facilitar na hora de buscá-la, como também por ser uma escola menor, com menos alunos e achamos que seria melhor pra adaptação dela. O único porém é que moramos muito longe da escola, o que implica a partir de agora uma nova rotina pra Valen, com horário de dormir mais cedo para, consequentemente, acordar mais cedo. Pra vocês terem uma ideia, as aulas iniciam às 7 horas e tenho que acordar por volta de 5h30 para acordá-la no máximo 6h, pois não posso sair de casa depois das 6h20 se não chegamos atrasados.

A turma da Valentina são apenas quatro alunos: ela, o primo Gabriel, a prima Geovanna e um menino fofo chamado Levi. Fiquei muito feliz em ser uma turma reduzida. Fiz poucas fotos nesse primeiro dia, pois confesso que estava bem ansiosa. Chegamos cedo e como é apenas adaptação, hoje ela saiu às 9 horas. Amanhã ficará um pouco mais, até poder ficar o período completo (que vai até às 11 horas). 

Valentina, como sempre, nos surpreendendo: não chorou na escola, pelo contrário, só quis saber de brincar, foi logo entrando sozinha na sala de aula e eu lá, jogada ao vento sem nenhuma filha querendo saber de mim... (Desespero mexicano sendo ligado em 3, 2, 1...). Deixamos ela lá e nem confiança... Mas foi muito tranquilo pra gente também, confesso... (Será eu uma mãe má, que não sofre ao deixar o filho no primeiro dia de aula longe de você, do pai e de quem mais ela conhece e não sofrer com isso?). Ao voltarmos às 9h para buscá-la, aí ela chorou... Mas não se enganem, não foi porque nos viu, mas porque não queria vir para casa (Eu posso??).








Um comentário:

  1. Que delícia e' essa de só ter primos na salinha da Valen? Por isso,ela nem chorou, muito bem acompanhada!!!

    Mãe sofre de tudo que e' jeito né? Sofre pq não quer separar, sofre pq não sentiu desespero na separação..Rsrsr
    O bom e' que,a adaptação vai ser fácil amiga, por isso não tem sofrimento pra ninguém!!

    Beijos

    ResponderExcluir